fazer o site aparecer no google

11 dicas para fazer o site (ou blog) aparecer no Google

Fazer o site aparecer no Google é o sonho de todos que trabalham oferecendo produtos e serviços pela internet e neste artigo mostrarei como estar entre os primeiros na ferramenta de buscas.

O assunto aqui será voltado a aparecer no Google organicamente, então se você está buscando informações sobre campanhas pagas, este artigo não é para você.

É impossível falar em aparecer no Google organicamente e não comentar sobre SEO, então prepare-se, porque este será o assunto central deste artigo.

Além do SEO existem outras dicas e métricas que podem ajudar no posicionamento, também comentarei sobre elas.

E por fim espero que este conteúdo ajude para colocar o seu site (ou blog) nas primeiras posições do Google e aumentar as suas vendas.

Faze o site aparecer no Google e as atualizações

Já que o assunto central será SEO, vou começar mostrando o que é e a importância desta ferramenta.

Segundo o Wikipedia SEO é, “O processo de afetar a visibilidade de um site ou página nos resultados não pagos nos motores de busca”.

Isso significa que criar conteúdo com qualidade é essencial, todavia não confunda isso com escrever um texto sem erros de grafia, o assunto vai além.

Antigamente escrever para aparecer no Google resumia-se em “espalhar” uma palavra chave pelo site e esperar para rankear.

Isso funcionou por um tempo, até que vieram alterações no algoritmo do buscador e a casa começou a ser arrumada.

Veja a seguir as principais atualizações.

Alterações feitas no algoritmo do Google

Fazer o site aparecer no Google
Atualizações no Algoritmo do Google

1 – Flórida

Foi lançada em 2003 para combater sites de baixa qualidade que utilizavam práticas como keyword stuffing.

2 – Panda

A atualização de 2011 afetou sites que apresentavam conteúdo de baixa qualidade e/ou que apareciam com muitos anúncios.

3 – Penguin

O ano de 2012 foi para combater o excesso de otimizações nos conteúdos, combatendo o Black Hat SEO.

4 – Hummingbird

Revisão completa do algoritmo em 2013, com atenção a qualidade semântica, tornando os artigos melhores com a intensão de busca dos usuários.

5 – SSL

A atualização de 2014 tornou o https (SSL) fator importante de rankeamento, incentivando para tornar a internet mais segura.

6 – Mobilegeddon

Prioridade para o rankeamento em dispositivos móveis no ano de 2015.

7 – Rankbrain

Foi incorporada no algoritmo a inteligência artificial em 2015, nesta atualização o uso de palavras chave de acordo com a semântica é a principal mudança.

8 – Fred

Identifica conteúdo de baixa qualidade e com muitos banners (2017).

9 – Medical Update

Nesta atualização de 2018 o algoritmo verificava a qualidade dos conteúdos, levando em consideração os seus autores e/ou fontes utilizadas.

Os sites mais afetados foram os relacionados a saúde, bem como sites de investimento.

10 – EAT

Após a atualização Medical Update vieram outras importantes em 2019 e também relacionadas a qualidade do conteúdo, com a EAT.

Apesar do nome esta atualização EAT não possui relação com comida, o significado é Expertise, Authoritativeness and Trustworthiness ou Expertise, Autoridade e Credibilidade em português.

11 – Atualização de confiabilidade

Já era um pedido recorrente da comunidade que as atualizações fossem avisadas com antecedência e foi o que aconteceu também em 2019.

Através do Twitter começou-se a visar os usuários com antecedência.

12 – Atualização de diversidade

A partir desta atualização, também em 2019, os sites começaram a contar com dois resultados diferentes para a primeira página do Google.

Em suma, portais que apareciam com vários resultados para uma mesma pesquisa, tiveram o volume resumido.

13 – BERT

Atualização baseada em processamento em linguagem natural com redes neurais.

Veja detalhes sobre esta atualização de 2019 neste link.

14 – Favicon e posição

Foram duas mudanças nesta atualização de 2019, uma relacionada a posição dos resultados na busca, a featured snippets e outra com relação na aparência nos resultados

Feita esta introdução com as atualizações vamos agora as dicas para fazer o site aparecer no Google.

Vejas as 11 Dicas para fazer o site Aparecer no Google

fazer o site aparecer no google
Siga estas dicas para aparecer no Google

Prepare-se para trabalhar, porque não existe nenhuma fórmula mágica, igualmente não existe nenhum curso para você estar nas primeiras páginas.

Se estiver procurando isso, esqueça, não vai achar aqui e nem em outro lugar, todavia o que diferencia um treinamento do outro é a empatia que você têm com o professor.

No final das contas todos falam da mesma coisa, mas quando as pessoas percebem que para fazer o site aparecer no Google organicamente dá trabalho, elas procuram outro treinamento “mais fácil”.

O que posso dizer é que com força de vontade você pode chegar longe e nas primeiras posições do buscador.

Dito isso, vamos as dicas.

1 – Tenha prazer em escrever

“Há Ricardo, mas eu não vou escrever, vou gravar vídeos e podcasts”

Sinto muito, mas independente da mídia que vai utilizar, você deve escrever, por exemplo, quando vai gravar um vídeo experimento antes criar um texto, os resultados serão surpreendentemente melhores.

A mesma coisa acontece com podcasts, faça um roteiro, o texto em si é essencial para aparecer no Google, afinal as buscas são feitas baseadas em textos.

2 – Produza conteúdo que prenda os leitores

Isso nada mais é que um conteúdo não robotizado, eu mesmo utilizo ferramentas para analisar o SEO, mas não deixo que elas tomem conta de tudo.

Escreva para os leitores pensando no que o Google prefere, isso nada mais é do que escrever com naturalidade.

3 – H1 – H2- H3 – categorias e tags

Existe um padrão que não foi inventado agora, é a organização do conteúdo, por isso que os textos e/ou descrição de vídeos devem seguir um padrão que facilite a leitura.

Para quem usa o WordPress isso fica fácil, afinal a ferramenta mostra o caminho, além do mais existem vários cursos de WordPress na internet que facilitam o trabalho.

4 – Link Building

A construção de links relevantes já foi mais fácil, do mesmo modo existiam sites que “facilitavam” este trabalho.

Hoje o Google está atento a isso e dá mais relevância aos links construídos com naturalidade, ou seja, quando um site aposta para o seu por livre e espontânea vontade.

Outro ponto é que este site trate do mesmo assunto e/ou pelo menos esteja falando no mesmo assunto naquele momento.

5 – Utilize as ferramentas do Google

Search Console, Google Analytics, Google Trends, etc.

São ferramentas dão à você controle sobre o conteúdo e mostram os resultados, assim você pode mudar ou melhorar.

6 – As redes sociais são importantes

Eu nunca fui apaixonado por redes sociais pela falta de liberdade, sou usuário Linux e prefiro sites e blogs para apresentar conteúdo.

Isso não significa que todos devem penar como eu ou que eu não esteja nas redes sociais, afinal as pessoas (meus clientes) estão lá, então eu estarei também.

É claro que a intensão é trazê-los para o meu site/blog e funil de vendas.

7 – E-mail marketing/Funil de vendas

Guarde isso, “O e-mail marketing ainda é (e será por muitos anos) a melhor (e mais segura) maneira de comunicar-se com os clientes.

Esteja nas redes sociais para atrair clientes para o seu funil de vendas, grave vídeos e podcasts para atrair clientes para o seu funil de vendas.

Enfim, com uma estratégia bem feita de sequência de e-mails você venderá muito mais, seja um produto, serviço ou suas ideias.

8 – Você usa o Google Maps

Esta dica vai para quem possui um negócio físico, independente de ser uma agência de marketing digital ou uma loja de roupas.

O Google Maps aparece nos resultados de busca e quando o seu negócio é bem trabalhado nesta ferramenta você estará nas primeiras páginas.

9 – Responsividade para fazer o site aparecer no Google

Lembro quando os celulares começaram com o acesso a internet, era tão ruim que ninguém acessava, contudo as coisas mudaram.

Hoje praticamente 50% do acessos a sites são feitos com celulares e por isso este é um fator relevante.

Para verificar a velocidade do acesso em celulares do seu site, clique aqui.

10 – Crie um bom título

A primeira coisa que chama a atenção dos visitantes são os títulos, então é necessário você dar uma atenção especial à eles.

Vale a pena estudar sobre Copywritng e Gatilhos Mentais para aprender a comunicar-se com as pessoas.

Veja a seguir alguns exemplos de títulos que você pode adaptar ais seus negócios.

  • A maior mentira sobre xxxx
  • Não tente ter xxxx sem primeiro xxxx
  • A verdade sobre xxxx
  • Descubra como eu faturei xxxx em 7 dias
  • Nos últimos 30 dias eu faturei xxxx usando este método
  • Entre outros.

A internet está repleta de excelentes títulos que você pode adaptar aos seus negócios, faça isso e aumente consideravelmente as visitas no seu site.

11 – Verifique o que a concorrência está fazendo

Você não tem que reinventar a roda para fazer o site aparecer no Google, comece pesquisando o que os seus concorrentes estão fazendo.

Se deseja aparecer com a palavra chave comida boa e barata, faça uma pesquisa e veja quais são o 5 primeiros resultados.

Feito isso analise cada conteúdo usando o Uberssugest e veja as palavras chave que levam a cada conteúdo, depois crie um conteúdo melhor, com mai informações, do que o que é apresentado.

Não esqueça de divulgar em suas redes sociais e lista de e-mail.

Deixe uma resposta

Siga no Telegram

Receba as atualizações pelo Telegram

Entrar Agora
Fechar
%d blogueiros gostam disto: