Sim, você evoluiu na computação, pode crer

evolução na computação


Estou eu aqui, sentado em meu escritório, tomando um café, olhando para a janela e ouvindo os pássaros cantando; canários, curiós e periquitos, vivendo em harmonia.

Tá bom, não é nada disso, estou em meu quarto, com a janela fechada porque o prédio da frente está em construção (muito barulho :-| ) e os passarinhos foram embora, porque semana passada a prefeitura cortou a árvore aqui da rua.

Legal, mas o que isso tem a ver com a sua evolução na computação ? Nada.

Agora sim, e lá vamos nós...

Você evoluiu na computação, a não ser que viva em outro planeta, afinal em uma rápida passagem pelo Google perceberá que as perguntas que eram feitas nas décadas de 70, 80 e 90, continuam em grande parte sendo as mesmas.

E você lembra quando você resolvia tudo na raça, e sem internet ?

Então....Você não acha que evoluiu na computação ? Já que antigamente era necessário aguardar uma revista na banca, para em seguida torcer para sair alguma matéria respondendo a sua dúvida.

Para os mais abonados, aguardavam que livros vindos do exterior trouxessem alguma dica, essa era a vida dos interessados em computação.

Ok, hoje em dia muitos jovens nunca usaram um computador, e entendem que os celulares são os computadores do século XXI, mas é claro que isso passa quando começam a trabalhar.

Eu mesmo não conseguiria escrever se não fosse o meu bom e velho PC, ou nem pensaria em escrever alguns textos sobre retrocomputação se não tivesse tido contato com computadores antigos.

Evoluir é algo natural na computação

Semana passada eu estava passeando por alguns blogs e grupos de retrocomputação que acompanho e fiquei emocionado ao perceber que os usuários estão aumentando.

Sim, usuários interessados em computadores antigos como TK-85, CP-500, MSX e outros. E sabe porque isso está acontecendo ?

Simples, porque quem gosta do assunto fala dele com paixão, o que acaba contagiando os novos que acessam grupos e blogs sobre o tema.

Sendo assim, os usuários antigos evoluíram, e muito, na verdade evoluíram mais do que muitos jovens que tem hoje em dia, tudo a mão para aprender.

Tá, mas aonde você quer chegar ?

Simples, em primeiro lugar eu não sou nenhum menino, nem adolescente, mas também não sou velho, enfim, sou praticamente o tiozão do " é pavê ou pá cumê ".

O interessante é que, não é de hoje, eu percebo que muitos livros e apostilas que eu utilizava antigamente, tem a resposta de dúvidas atuais.

E é claro que isso vale para diversos assuntos que vão além da computação. Ai você percebe que muitas das respostas já estão na sua cabeça.

Eu nunca fui um colecionador, mas recentemente minha alma encheu-se de um saudosismo perene (esta frase ficou bonita).

Comecei a buscar sobre Histórias em Quadrinhos, e adivinhe .... ? continua abaixo...

Computação, Histórias em Quadrinhos, HQs, Gibis

Em uma busca rápida encontrei um podcast sobre quadrinhos que é simplesmente fantástico, e a galera consegue mexer com nossa memória.

Junto veio uma certa angústia, por lembrar das minhas revistas de computação, gibis e apostilas que acabei doando.

Hoje em dia eu seria um colecionador respeitado, mas ai a internet nos ajuda a conseguir muita coisa antiga, e isso também faz parte da sua, da minha, da nossa evolução.

É claro que a maioria é em PDF ou outros formatos, mas tudo bem, consigo ler e me divertir.

Antigamente isso seria impossível, então sim, nós evoluímos, e muito.

Conclusão sobre você evoluiu na computação

A evolução, e os anos, também trazem muitas responsabilidades e meu trabalho é comercializar Sistemas para o Varejo.

Sendo assim, caso você possua (ou conheça alguém que possua ) um comércio e precise (ou queira trocar) o seu sistema, não deixe de falar comigo.

Será um prazer atendê-lo(a) , trabalho com uma empresa com mais de 20 anos no mercado.

Clique no link acima ou no botão abaixo para mais detalhes e entrar em contato comigo.

Aproveite, e com muito entusiasmo, compartilhe este artigo.

Obrigado pela visita.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato